FaceMedic 18

Home Businnes Hotel Biometria

Face Medic Title 18

Abertura instantânea e alta segurança com o moderno sistema de reconhecimento facial, permitindo o controle de acesso de forma eficiente e precisa.

A G7 Biometria facial, apresenta o sistema FACEMEDIC, uma plataforma muito moderna, pois usa a tecnologia de reconhecimento facial, para o controle de acesso em locais controláveis, com a vantagem enorme de não haver o contato físico, além de poder emitir relatórios de acessos, quando necessário.

Consulte-nos….

Centros hospitalares, UTIs, clinicas médicas são lugares, que necessitam de um controle rigoroso, no que tange a higiene e a não proliferação de doenças, mas ultimamente houve a necessidade de controlar estes lugares, com isso surgiu a necessidade de controle de acesso, nos hospitais, etc. A primeira geração destes equipamentos foram de biometria facial e/ou teclados númericos, mas estes como é de conhecimento de todos, têm várias falhas de leitura, além de apresentarem deficiências, além de propagarem através do contato físico, doenças e não têm condições de apresentarem relatórios de acesso.

Por que o reconhecimento facial é o sistema de controle de entrada melhor para o ambiente hospitalar?
A G7 Biometria responde:

Quantos usuários podem ser utilizados em modo Stand Alone (somente equipamento)?
Você pode usar 1200 usuários com face e 5.000 usuários com senha/cartão;

Como funciona o reconhecimento facial?
O nosso algoritmo, no cadastro identifica 2000 pontos na face do usuário, e na hora do reconhecimento ele identifica 200 pontos que são únicos daquele usuário!

Mas e se a pessoa estiver de óculos, ou barba, ou cabelo grande?
Nada disso importa! (Mostrar vídeo). Como o equipamento precisa de 200 pontos para realizar a verificação, ele vai buscar dentre os 2000 pontos cadastrados, 200 pontos únicos, que nem sempre são os mesmos, podendo variar a cada verificação. Dessa maneira de hoje a pessoa está de barba, e amanhã ela está sem barba, pouco será importante, porque o equipamento tem essa capacidade.

Por que a Biometria Digital?
A Biometria digital, amplamente difundida e utilizada, foi a tecnologia do futuro há 20 anos. Porém ela envelheceu e não evoluiu. Os usuários que utilizavam essa tecnologia há 20 anos, hoje, por envelhecimento, desgaste da digital ou simplesmente, por conta do contato continuo e possível desgaste do equipamento, hoje não consegue mais utilizar.

O reconhecimento facial proporciona tudo aquilo que a digital não proporciona hoje:

Higiene - (uma grande critica sobre a tecnologia digital é que a mesma depende do toque do usuário e assim o equipamento pode acumular uma grande quantidade de bactérias, vírus, etc que podem contaminar um grande numero de pessoas).

Velocidade - (ao contrário da digital em que o acesso precisa de até 4 segundos para cada acesso, nosso equipamento, usado em modo Stand Alone oferece verificação de até 0,7 segundos por verificação. É importante verificar que o cadastro bem realizado é essencial para a velocidade e eficiência no uso do equipamento).

Segurança - Todos nos lembramos do escândalo de um hospital no Rio em que os médicos fizeram dedos de silicone para burlar o sistema de ponto. Hoje esses “dedos de silicone”, na região da 25 de março em SP, custa em torno de 25 reais. Como um mecanismo que teoricamente foi desenvolvido para dar segurança ao local / usuário, a biometria digital deixa muito a desejar, concorda? Nosso equipamento, porém, exige alguma verificação além de simplesmente checar o usuário final: Ele exige que tenha um “Rosto Vivo” na frente não aceitando máscara, foto, vídeo, ou na pior das hipóteses uma cabeça decapitada, já que nosso equipamento é dotado de tecnologia para identificar calor. Além disso, como o nosso algoritmo trabalha com criptografia de rosto, não existe foto armazenada do usuário para o cadastro. O rosto do usuário é escaneado e cria-se um mapa desse rosto, com uma numeração de ID impossível de ser duplicada ou burlada.